BLOG Ocupacional

Categorias

Filtrar posts por data

4 perigos de não investir em SST

4 perigos de não investir em SST

20 de Maio de 2019

Neste blog, sempre destacamos a importância de se investir em ações na área de Saúde e Segurança do Trabalho (SST). Tentamos trazer um viés positivo, mostrando os benefícios para a empresa e para os empregados. Mas o que ocorre quando a companhia escolhe não se dedicar a isso? Quais as consequências diretas e indiretas dessa decisão?

1. Aumento do número de acidentes

Essa é uma consequência direta e mais visível da falta de investimentos em SST. O princípio básico que guia todos os profissionais da área é a prevenção. Quando não há incentivos para que ela ocorra, os funcionários ficam expostos a riscos e podem se acidentar mais facilmente. Equipamentos de proteção individual fora das especificações, ausência de exames periódicos e a ausência de ações de conscientização são um combo que pode trazer consequências graves para os empregados e para a empresa.

2. Crescimento do passivo trabalhista e de multas

Quando a área de SST está em pleno funcionamento, a legislação trabalhista é seguida e todos os direitos acabam sendo assegurados aos empregados. Se não houver o devido investimento, casos que envolvem adicional de insalubridade ou de periculosidade, por exemplo, podem ser negligenciados. Também dificulta a integração entre os departamentos da empresa, que não conversam entre si para garantir o cumprimento das normas reguladoras. Tudo isso aumenta a insatisfação dos trabalhadores, gera um crescimento do passivo trabalhista e pode resultar em multas por fiscalização.

3. Diminuição do engajamento

Outro problema decorrente da ausência de investimento em SST é a queda da motivação dos gestores e empregados. Como não há ações voltadas para conscientização, eles não internalizam a importância dos procedimentos. É o que defende o artigo Segurança e saúde no trabalho: uma questão mal compreendida, escrito pelo tecnologista da Fundacentro-MG e professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, João Cândido de Oliveira. “Se não houver disposição e participação compromissada de todos os envolvidos em suas ações, especialmente do corpo gerencial da empresa, os resultados por ele produzidos serão limitados”.

4. Queda na produtividade e perda financeira

Em um ambiente sem garantias de segurança, as pessoas não se sentem confortáveis para executar suas tarefas da maneira como elas devem ser feitas. Os riscos ficam ainda mais evidentes, sendo necessário atenção extra para não gerar graves acidentes – e até mesmo perder a vida. Com isso, diminui a produtividade e, como consequência, os resultados financeiros da empresa também são diretamente afetados.

Investimento em SST

Por tudo que foi apresentado, esperamos que tenham ficado claros os riscos envolvidos em não realizar investimentos na área de Saúde e Segurança do Trabalho. Contar com a assessoria de uma empresa de confiança e com renome no mercado, como a Ocupacional, é o diferencial que faltava. Entre em contato e veja como podemos te ajudar!

Solicite uma proposta

Categorias

Filtrar posts por data

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba no seu e-mail as novidades da Ocupacional e do mercado de medicina e engenharia de segurança do trabalho.